Palco principal do WebSummit, as luzes dele são legais!

No primeiro dia, ou melhor, primeira noite foi mais a abertura em si, com o Edward Snowden, que participou via videoconferencia da Russia (boa parte do que foi falado está nessa matéria: https://www.dinheirovivo.pt/web-summit/edward-snowden-na-web-summit-o-que-tem-para-dizer-o-homem-que-arriscou-tudo/). Antes da abertura, houve uma sessão de pitch com várias startups e o legal foi ver que a maioria foi apresentado por mulheres, e umas 2/3 empresas tinham produtos focados para o trabalho remoto e a maioria soluções mobile.

Hoje, o WebSummit começou para valer. O evento conta com os 4 pavilhões do FIL lotados (o Websummit “deu” sold out). Aí cada um foi para um canto e vimos diversas palestras, desde Ronaldinho Gaúcho até a Katherine Maher – CEO da Wikipedia.

Alguns highlights de hoje:

  • O evento é cheio pra porra, em alguns momentos parece a estação da Sé em horário de pico. Veja aqui. 
  • Há uma enorme diversidade de assuntos e pessoas de todo o mundo
  • “Mova devagar e construa coisas que duram”, foi uma das frases que a Katherine usou, que além de uma cutucada ao Facebook (um dos assuntos que ela abordou foi fake news e confiança em plataformas), é a forma que a Wikipedia usa para se desenvolver
  • Durante uma negociação deixe claro os valores básicos que são “não negociáveis”. Assim você cria mais empatia, evita perda de tempo e situações chatas.
  • Para comer há muito glamour #sqn, com opções como hot-dog e hambúrger nos foods trucks. Não são nada demais mas custam beeeem caro. 
  • Boa parte das “palestras” são no formato de painel, com uma jornalista fazendo perguntas e os participantes respondendo, deixando mais dinâmico, porém elas são curtas, geralmente de 15/20 minutos, não dando oportunidade para o tema ser aprofundado. 
  • Tem mais de 300 startups apresentando e que são muito incentivadas pelo evento, com um pequeno stand para cada uma delas. Eles já abriram inscrições para startups que queiram apresentar ano que vem. Veja mais aqui:  https://websummit.com/featured-startups. Então é startup para todo tipo de ideia: muitas de educação, recursos humanos, viagem, fintech, IoT. Ideias boas e ruins, empresas com ou sem tração.  
  • Algumas presenças ilustres de hoje, além do Ronaldinho Gaúcho, foram: Tony Blair, que falou sobre o Brexit; Eric Cantona que falou sobre a Common Goal; Ronaldo Fenômeno (essa não vimos); Valentina Shevchenko (campeã de UFC), que falou sobre liderança e a Cris Cyborg também campeã de UFC (mas essa também não vimos).
  • Muito oba-oba… Afinal é evento e as pessoas dos stands querem chamar atenção: então tem um ring de boxe que levanta e as pessoas fazem o pitch delas lá dentro (aqui), Ronaldinho Gaúcho só aparecendo para falar oi, SAP com uma quadra de basquete, Accenture com muitas traquitanas…
  • O aplicativo do evento é muito legal. Você pode encontrar participantes, ver agenda, scannear o QR Code de outro participante. É um app pensado para aproveitar o evento e fazer contatos.  
  • Tem muitos stands de governos / cidades que querem facilitar a vida das empresas de TI para irem para lá. Seja na Árabia Saudita, Bahrein, Suiça e cidades do interior do Portugal.  

Coisas estranhas / novas: 

  • Antonio iria zoar muito os irmãos dele se morasse em Portugal, porque todos os interruptores são na entrada do cômodo e não dentro. Então você apaga a luz fora do banheiro e não dentro. 
  • Vimos uma placa no evento falando: “Favor não deitar beatas no chão”. Quer dizer o quê? “Não jogue bitucas de cigarro no chão”. 
  • Vimos no cardápio que tinha bitoques de vaca e de frango. Ai vimos que bitoque era arroz, batata-frita e um bife.  
  • Metrô se diz métro, ônibus é autocarro, trem é comboio, bonde é elétrico e Uber é uber mesmo.