O segundo dia da primeira NodeConf da América Latina começou com o Diego Martins mostrando como é fácil criar uma extensão para o Chrome do zero. Inicialmente, ele fez um Hello World utilizando HTML, CSS e JavaScript de uma forma mais pura. Depois ele nos mostrou como implementar utilizando tecnologias mais recentes como: Node.JS com Express e React. Além disso, mostrou rapidamente como fazer a publicação na Chrome Store.

Depois do almoço, Nelson Frugeri apresentou a palestra com tema “Node in Things!” onde falou sobre o uso do Node.JS com Arduino usando o framework Johnny-Five. Foi apresentada uma visão geral do framework e o funcionamento de um joguinho que ele fez baseado no brinquedo Genius (aquele  de memorização de sequências de cores). Aliás, quem quiser conferir o resultado da implementação:

A Kat Marchán, que trabalha no NPM, fez um excelente apresentação das funcionalidades do NPM. Ela também avisou que irão reimplementar completamente a parte de cache do NPM, que deve entrar numa nova versão no ano que vêm, aliás, parece que teremos várias outras melhorias que serão lançadas juntas.

Na sequência foi a vez de vermos um pouco sobre Docker com a palestra “Construindo aplicações escaláveis com Node.JS e Docker” do Bruno Fidelis. Foi passado um resumo do Docker e como ele funciona. Quem quiser conferir a apresentação só acessar o Github do Bruno (e quem quiser saber mais sobre Docker, o grande Hugo Posca, fez uma introdução explicando desde dos conceitos, até a subir um container).

Algo comum para quem trabalha com Node.JS é criar APIs, e na palestra do Christopher EnyTC, tivemos a oportunidade conhecer boas práticas para criá-las e também conhecer a estrutura e ferramentas usadas por ele. A grande ideia da apresentação foi que arquitetar uma API é um grande trabalho e de muita responsabilidade. Você precisa pensar desde da arquitetura em si, a estrutura de arquivos, a modelagem até o ambiente. Portanto, cuidado ao tentar criar a sua própria arquitetura e lembre-se que as escolhas irão impactar toda a equipe. Alguns recomendações legais feitas pelo Christopher foram:

  • Se a sua API irá receber muitas requisições, é muito importante ter políticas de rate limiting. Para quem já trabalhou uma API que tem rate limiting, como a do Facebook, sabe o quanto isso é importante;
  • Use request-id, ele facilita o processo de debug depois;
  • Log é fundamental e tão fundamental como uma boa ferramenta para visualizá-lo, como o Log Entries;
  • É até cliché e óbvio falar que a segurança da sua aplicação é muito importante. Há várias ferramentas para te ajudar, como o Snyk, que verifica se alguma dependência do seu projeto tem vulnerabilidades.

Para quem quiser conferir a arquitetura que o Christopher apresentou, há uma prova de conceito no Github e os slides estão no Speaker Deck.

Após o Christopher foi a vez do Cartola (que trabalha com a gente na Vizir) entrar no palco e falar sobre “Serverless Architecture usando Node e AWS Lambda”. Ele passou um pouco da sua experiência com o Lambda, passando pelos conceitos do arquitetura Serverless até como você deve criar a sua app para usar a AWS Lambda. Foi uma ótima oportunidade para conhecer essa nova arquitetura que está apenas começando a ganhar novos adeptos, com muito potencial de ser usada em grande escala e ser comum como é hoje usar uma VPS. Quem quiser conferir a palestra do Cartola, ela está disponível no nosso Facebook.

Pra encerrar, Damian Schenkelman apresentou a palestra “Os segredos da criação de grandes, altamente disponíveis, e escaláveis APIs HTTP”. Foi praticamente uma parte 2 da palestra do Christopher. Falou sobre alguns conceitos que o Christopher tinha falado como: validação das entradas e aprofundou em autenticação usando JSON Web Token. Novamente, quem quiser conferir a palestra, pode vê-la no YouTube, pois ela foi apresentada também na Nodevember, que ocorreu em Nashville ano passado.

E essa foi a primeira NodeConf da América Latina! Esperamos que a nossa cobertura tenha ajudado um pouco aqueles que não puderam ir no evento. E aproveito para agradecer o pessoal da Vizir que foi e ajudou na cobertura. (vlw Jeff, Daniel, Bruno Alcides, Bruno Gil, Cartola, Edson, Chagas, Daiki, Kiyoshi, Hideki e Antonio!).

Ahh… também fizemos dois vídeos com algumas impressões de como foi o evento: dia 1dia 2.